Pages Navigation Menu

Penso, logo existo.

Sinfonia Inacabada de Schubert, uma obra-prima cercada de mistérios – Frederico Toscano

A trágica e breve vida de Franz Peter Schubert (1797-1828), um dos maiores melodistas da história, é constantemente encoberta por sua música otimista. Aos 17 anos já havia atingido a maturidade musical na composição…

Read More

Lucia di Lammermoor de Donizetti, o infortúnio de um amor contrariado – Frederico Toscano

Baseada no romance “The Bride of Lammermoor” (A Noiva de Lammermoor) do escritor inglês Sir Walter Scott (1771-1832), a ópera “Lucia di Lammermoor” é a obra mais requintada e de mais duradoura popularidade do compositor bergamasco Gaetano Donizetti…

Read More

Suíte para piano de Schoenberg, a invenção do dodecafonismo – Frederico Toscano

O austríaco Arnold Schoenberg (1874-1951) foi um dos mais importantes compositores na história da música ocidental. Fortemente ligado à tradição germânica, assumiu a responsabilidade pela liderança intelectual da questão mais premente para a filosofia…

Read More

Hebdomadário da Corte XXXIV – Luciano Oliveira

Como muita gente, nesta antevéspera do primeiro turno das eleições, estou com medo. Disseram-me que na carreata pró-Bolsonaro no domingo último, em Boa Viagem, manifestantes faziam o gesto em “L”, com o polegar e o indicador em riste, simbolizando o velho Colt dos faroestes americanos que encantavam…

Read More

La Serva Padrona de Pergolesi, de entreato a paradigma operístico – Frederico Toscano

As mudanças ocorridas na Europa no raiar do século XVIII provocaram profundas alterações nas relações sociais, políticas, econômicas, culturais que culminaram em rupturas significativas, especialmente, no campo ideológico.

Read More

Hebdomadário da Corte XXXIII – Luciano Oliveira

É tempo de concluir essas reflexões lefortianas sobre a democracia dizendo alguma coisa sobre a “tentação totalitária” que a ronda permanentemente. O perigo é compreensível e faz parte mesmo da sua dinâmica

Read More

Hebdomadário da Corte XXXII – Luciano Oliveira

Acho que faltou no “hebdô” da semana passada um post-scriptumendereçado ao leitor que me sugeriu escrever sobre legalidade e legitimidade. Escrevo-o agora, me valendo outra vez do pensamento de Claude Lefort – do qual tenho me servido nessas reflexões sobre democracia.

Read More

Bachianas Brasileiras nº 5 de Villa-Lobos, um clássico dos trópicos – Frederico Toscano

Incrivelmente prolífico, o carioca Heitor Villa-Lobos (1887-1959) era um personagem exuberante, tendo alcançado o status de maior compositor na música clássica brasileira.

Read More

Hebdomadário da Corte XXXI – Luciano Oliveira

Um dos meus cinco leitores sugeriu-me que abordasse nessa série de reflexões sobre a democracia a distinção entre legalidade e legitimidade. Como se sabe (todo estudante de direito aprende isso logo nas primeiras aulas), nem tudo que é legal é legítimo, e nem tudo que é legítimo é legal.

Read More

Hebdomadário da Corte XXX – Luciano Oliveira

A democracia como um regime que acolhe a legitimidade do debate sobre o legítimo e o ilegítimo é um mote tantas vezes repetido na obra de Claude Lefort que o nosso José Guilherme Merquior, num livro sobre o marxismo ocidental, o qualificou de “prolixo”.

Read More

Sinfonia da Ressurreição de Mahler, a busca pelo sentido da vida – Frederico Toscano

Em novembro de 2016, o manuscrito da Sinfonia n.º 2 de Gustav Mahler(1860-1911) foi vendido por 4,5 milhões de libras esterlinas, batendo o recorde segundo a Sotheby’s por ser o manuscrito musical mais caro da História.

Read More

Memorias de Redação: “Projeto Aripuanã” – Ivanildo Sampaio

Em meados dos anos 70 do século passado, quando o Mato Grosso ainda era um Estado único – não existia Mato Grosso do Sul – estive lá, diversas vezes, como repórter de um grupo empresarial que já não existe. Encantava-me aquele mundão líquido e verde, escuro e misterioso…

Read More

Livre Pensar – David Hulak

O pensamento voa e as palavras vão a pé, dizia Julien Green,… ,claudicando por topadas na realidade, completo eu. Chemnitz, no Estado da Saxônia. Pacaraima, divisa com a Venezuela. Lá os “supremaxistas” arianos, neonazistas; cá, a massa de manobra de campanhas eleitorais. Do Not Forget.

Read More

Hebdomadário da Corte XXIX – Luciano Oliveira

A propósito do hebdô da semana passada, um leitor me disse que achou o termo “desintrincamento”, da lavra de Lefort, mais do que rebarbativo: achou-o obscuro. Comprometi-me em esclarecê-lo. Vamos lá! Nos textos originais, escritos em francês, o que aparece é “désintrication”.

Read More

Será?

Por que lançar mais um blog na rede virtual já saturada de informação? O que acrescentar a este alucinado bombardeio de dados, notícias e informações que circulam e inundam o planeta?

Read More

O jogo tem início – Elimar Pinheiro do Nascimento

A semana que está findando foi rica em divulgação de pesquisas eleitorais. Pelos menos três institutos tiveram seus resultados amplamente divulgados. Nada extraordinário, afinal, o jogo começou. Um começo esquisito, pois um dos candidatos, de longe o melhor colocado, provavelmente não participará.

Read More

Hebdomadário da Corte XXVIII – Luciano Oliveira

De Antonio Gramsci, com quem terminei o hebdô da semana passada, pulo para Claude Lefort: sai a “direção hegemônica” do primeiro e entra a “invenção democrática” do segundo. Morto em 2010, Lefort foi um filósofo da política que exerceu uma marcante influência sobre mim em relação ao que chamo…

Read More

Hebdomadário da Corte XXVII – Luciano Oliveira

Terminei o hebdô da semana passada pensando no problema da diferença entre o escravo e o explorado: ainda que sejam ambos uns fodidos, o segundo pode sair por aí vendo o mundo – nem que seja por uma janela de ônibus – e gostar disso!

Read More

“Ruptura”: A Democracia em Perigo – Paulo Gustavo

“Ruptura, a crise da democracia liberal”, o mais novo ensaio do sociólogo e pensador espanhol Manuel Castells, acaba de chegar ao Brasil, onde, como testemunhamos todos os dias, a democracia, longe de ser a madeira que cupim não rói, não é mais que um aglomerado oscilante…

Read More

O jogo começou – Editorial

A corrida à Presidência da República começou com o registro dos candidatos no TSE-Tribunal Superior Eleitoral, e com a convicção geral de que, apesar da inscrição de Luis Inácio Lula da Silva, a chapa do PT-Partido dos Trabalhadores será encabeçada por Fernando Haddad, já que Lula seguramente será considerado inelegível.

Read More

Turquia: política econômica do grito sem eco – Helga Hoffmann

A Turquia foi para as manchetes no fim da semana passada, a começar por “Moeda turca desaba”. De fato, a lira perdeu quase 18% do seu valor em apenas um dia, 10 de agosto.

Read More

O Primeiro Debate – Elimar Pinheiro do Nascimento

A abertura do primeiro debate, a primeira cena, poderia prestar-se a título de um filme: sete homens e uma mulher. Mas não passava de um simples reflexo do lugar do masculino e do feminino em nosso país.

Read More

Hebdomadário da Corte XXVI – Luciano Oliveira

Volto aos “treze versos a serem escritos” sobre a hipótese da disjunção entre capitalismo e democracia – mote com que terminei o hebdôda semana passada. Bem, dir-se-ia: e qual é a novidade? Qualquer pessoa sabe disso. A Itália, a França, os Estados Unidos etc.

Read More

A Nicarágua e os limites da institucionalidade – Alcides Pires

Tive a oportunidade de, há cerca de um mês, passar uma semana em Manágua, capital da Nicarágua, a trabalho. A situação de conflito entre o governo e o povo leva a efeitos concretos que eu pude sentir antes mesmo de embarcar, através da advertência direta de esperar o carro da empresa e não usar qualquer transporte disponível no aeroporto.

Read More

Orfeu e Eurídice de Gluck, o triunfo do amor sobre a morte – Frederico Toscano

Quem foi assistir à estreia de Orfeu e Eurídicedo compositor alemão Christoph Willibald Gluck(1714-1787) no antigo Burgtheater de Viena, em 5 de outubro de 1762, pensou que veria mais uma ópera sobre os velhos mitos gregos, mas estava completamente enganado.

Read More

A aposta de Florisvaldo Manga – Fernando Dourado

Fizesse chuva ou sol, estivesse o médico no Rio de Janeiro ou fora da cidade, Neco Borborema, um paraibano com alma mineira, tinha autorização de Dr. Florisvaldo Manga para jogar por ele na Mega-Sena sempre que o valor do prêmio anunciado ultrapassasse os R$ 20 milhões.

Read More

Quanta insensibilidade! – Editorial

O STF-Supremo Tribunal Federal não parece devidamente informado sobre a realidade do país em que está inserido, e ao qual deveria servir como uma das instâncias máximas da República. Com a decisão desta semana, incluindo no orçamento de 2019 um aumento de 16,38% nos salários dos ministros…

Read More

Uma Evocação de Evaldo Coutinho – Paulo Gustavo

No último 23 de julho, o filósofo pernambucano Evaldo Coutinho teria completado 107 anos. Teria, porque infelizmente nos deixou há exatos onze anos. Conheci-o pessoalmente já octogenário, na década de 1990. Inicialmente, só de vista, nas salas de aula do Centro de Artes…

Read More

Hebdomadário da Corte XXV – Luciano Oliveira

Fui picado pela mosca azul da teoria (terreno que não chega a ser o meu forte) e eis-me aqui, na sequência do “hebdô” da semana passada – onde explorava a hipótese da dinâmica capitalista como trazendo consigo um “potencial emancipador”

Read More

Livre Pensar – David Hulak

Façam seu jogo, senhores e senhoras, diz a roda da fortuna travestida de crupiê. Vou de Vermelho 27? Se der Preto17 a culpa será de Nelson Gonçalves. “Vermelho vinte e sete… Seu dinheiro tanta gente alimentou …Deu preto dezessete, nem um cão entre os amigos encontrou…”.

Read More