Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Os Embaixadores – Paulo Gustavo

Eu estava mergulhado na leitura do mais recente livro do ministro Rubens Ricupero — A diplomacia na construção do Brasil —, aliás leitura imperdível para entender melhor a nossa história, quando, por uma simpática coincidência, fui presenteado com um exemplar de Os embaixadores…

Read More

A Lição de Mocidade! – Paulo Gustavo

Em saborosa crônica da já remota década de 1980*, nosso já falecido amigo o sociólogo Sebastião Vila Nova registra memorável caso passado entre o governador do Estado da Paraíba, na época João Agripino, e um excêntrico tipo popular de alcunha Mocidade, protegido daquele líder político.

Read More

O Que Faz de Bolsonaro Bolsonaro? – Paulo Gustavo

A pergunta do título não é fácil de responder. Este artigo é uma modesta tentativa de interpretar o “fenômeno” e o fantasma Jair Bolsonaro. Um esboço de compreensão, como sugere a epígrafe de minha admirada Hannah Arendt.

Read More

Fogo Morto, Fogo Amaro: 75 Anos de um clássico – Paulo Gustavo

“Fogo Morto”, como se sabe, é uma obra da maturidade literária de José Lins do Rego. É livro canônico da Literatura Brasileira, revelando não só um autor capaz de ir além de um regionalismo primário, como um escritor mais complexo e mais completo, cujos instrumentos formais tornaram-se mais afiados…

Read More

Carpeaux, prazer em conhecê-Lo! – Paulo Gustavo

Conheci Otto Maria Carpeaux (quase escusado dizer que por metonímia) em 1980, numa viagem ao Rio de Janeiro. Aos 23 anos, eu mal saíra da adolescência. E ele, o grande autor, mal desaparecera do cenário intelectual brasileiro, uma vez que morrera havia pouco: em 1978.

Read More