Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Most Recent Articles

Será?

Por que lançar mais um blog na rede virtual já saturada de informação? O que acrescentar a este alucinado bombardeio de dados, notícias e informações que circulam e inundam o planeta?

Read More

Hebdomadário da Corte – II – Luciano Oliveira

Rua sete de setembro, centro do Recife, na frente da extinta Livro 7, carnaval de 2018. Ali volto, como faço todos os anos no Sábado de Zé Pereira, em busca do que sobrou do “Nóis sofre mais nóis goza”. Busco rostos conhecidos, alguns dos quais encontrava ritualmente uma vez por ano.

Read More

Política e afeto – Luiz Otavio Cavalcanti

Hannah Arendt disse que só é possível fazer política com duas pessoas. Pelo menos. Porque política é construção a dois. Se isso é verdadeiro, política é diálogo.

Read More

Redes Sociais e suas fabulosas ciladas (Reflexões à margem do bem-estar) – Paulo Gustavo

A nossa recente Era Digital, assim como a própria web, sua filha, têm passado rasteiras fabulosas nos seus usuários. As redes sociais que o digam.

Read More

Carnaval e política – Editorial

A marca do carnaval é a irreverência e o humor, a sátira das fantasias ironizando e desmascarando o mundo real, ganhando neste ano um papel especial de catarse com a desgraça nacional. Se esta brincadeira está em todos os blocos e nas iniciativas expontâneas de cada folião…

Read More

Missão em Neudorf, Alsácia – Fernando Dourado

Ir até Estrasburgo e visitar o que ele chamava de seu retiro, nem tinha me passado pela cabeça seriamente. Foi minha mulher que se saiu com a ideia durante uma viagem a Paris, cidade que nos remeterá sempre a ele.

Read More

Enfim, o carnaval! – Editorial

Todo ano, pequena, mas merecida pausa para esquecer as crises e as violências de cada dia e suspender os conflitos e desentendimentos políticos e ideológicos. É carnaval! Rufam os tambores do maracatu, sopram os trombones num frevo rasgado, batucam os tamborins acompanhando o samba, risos e gritos de alegria…

Read More

Diários do Pina – Joana, rainha do baile – Teresa Sales

O Diário do Pina viajou ontem para o Poço da Panela. Vestiu fantasia, colocou máscara e foi brincar. Aqui na minha terra, no carnaval, não se dança, não se samba: se brinca. Comprei uma máscara nova quando começaram as prévias do carnaval deste ano, na mão de uma artista, Guya.

Read More

O Que Será, Que Será… – José Paulo Cavalcanti Filho

Aécio Gomes de Matos ligou. É sempre um prazer ter notícias de um amigo especial como ele. Dando-se que ouviu dois debates de que participei, terça passada, nas Rádios Jornal (Geraldo Freire) e CBN (Aldo Vilela).

Read More

Angola, a guerra que a ONU não evitou – Helga Hoffmann

De Capanda fomos novamente redistribuídos, às vésperas da eleição, agora para a capital da província de Malange. Entre civis e militares, mais de mil observadores eleitorais haviam sido distribuídos pelas zonas eleitorais na semana anterior…

Read More

Hebdomadário da Corte – 09.02.2018 – Luciano Oliveira

O dobre de finados já tangeu o primeiro mês de 2018, e o novo ano parece ir repetindo as “chacrinices” do velho: Lula vai para a cadeia, ou não vai? Luciano Huck vai para o trono, ou não vai? Ando cansado de tudo isso, e acho que muita gente também.

Read More

A Confra da Revista Será? – João Rego

Diferentemente de muitos grupos que insistem em se encontrar em dezembro, nosso encontro para marcar a passagem do ano foi em janeiro. Na verdade, a Revista Será? nasce como fruto de nossos encontros etílico-gastronômicos.

Read More

Compêndio de clichês paulistanos comentados – Fernando Dourado

Pedir desculpas pela objetividade, e muitas vezes pela contundência, é o que manda a boa norma. Mas a marca identitária paulistana aflora quando o sujeito alega que a rudeza de modos advém do fato de que trabalhou no mercado financeiro, onde tudo é “pão pão, queijo queijo”.

Read More

Angola, a guerra que a ONU não evitou – Helga Hoffmann

Nos corredores espalhou-se a notícia: a ONU estava recrutando voluntários entre seus funcionários, que falassem português, pois iria organizar eleições em Angola. De organizar eleições não sabia nada, o que eu fazia…

Read More

Causos Paraibanos: Tipos Populares – Clemente Rosas

Um dos encantos das pequenas cidades – a João Pessoa da minha infância poderia ainda enquadrar-se nessa categoria – é a presença de tipos populares, que ganham notoriedade por alguma característica física, ou mental, que apresentem. 

Read More